part

O uso de memes pelas marcas – Vale tudo por um like?

14 junho 2015
Nenhum comentário
2.149 Viram

Desde que as marcas invadiram as redes sociais, a personificação das empresas permitiu uma proximidade inimaginável entre pessoas físicas e jurídicas. Para conversar diretamente com seus consumidores e potenciais consumidores, as marcas fazem um planejamento robusto para definir sua persona e seu universo.

Quem fala? Como fala? Sobre o que vai falar? São algumas das perguntas-chave para transformar diálogos em negócios.

O universo da marca deve estar relacionado direta ou indiretamente ao serviço oferecido por ela. Se estamos diante de uma marca de esmalte, por exemplo, o universo poderá contemplar dicas de beleza, situações cotidianas de um salão, moda e até mesmo cuidados com o cabelo. A definição da persona e do universo da marca devem ser o passo que antecede todos os outros no momento de inserção nas redes sociais.

O ideal é que as marcas deixem sua pauta de diálogo tão clara e perceptível para que seu público observe sua coerência e nutra sua afinidade. Ao navegar pelas redes sociais do Guaraná Antártica, por exemplo, é possível perceber que a bandeira carregada pela marca é a “amizade”. Todas as postagens estão relacionadas a isso. Outra marca com uma postura coerente é o Bis. Suas postagens estão sempre relacionadas ao produto e a “zuêra”, já que a alegria é um dos valores do produto.

A coerência e a transparência são alguns dos ingredientes da receita de sucesso para as marcas nas redes sociais. No entanto, na batalha pelo like diário, algumas empresas erram a mão na hora de temperar o seu feijão com arroz.

O uso de memes pelas marcas em suas redes sociais tem sido cada vez mais recorrente. Segundo Marcos Giovanella, diretor de internet e mídias sociais da Prefeitura Municipal de Curitiba, em uma entrevista para o AD News, o termo meme é antigo, citado pela primeira vez em 1976 por Richard Dawkins e se referia a algo que podia de alguma forma se autopropagar. Trazendo para o nosso contexto atual, o meme tem o DNA viral.

Usar recursos com potencial viral, como é o meme, é bem interessante. Entretanto, se o uso desses recursos não está na raiz estratégica da marca, o discurso se torna superficial e, principalmente, incoerente.

Se sua marca nunca usou nenhum meme, passou a usar e essa transição não ficou clara para o público, algo está errado com a sua atuação. O like momentâneo não vale mais do que uma estratégia coerente. Antes de se contaminar e usar aquele meme que todo mundo está usando, é melhor se concentrar em novas estratégias de conversão. Vale refletir se aquele viral tem a ver com o universo da sua marca e, principalmente, vale questionar se a utilização de memes faz parte de uma linha editorial pré-definida.

Esse exercício fica mais fácil quando pensamos na marca como uma pessoa. Sim, humanizar as marcas se torna cada vez mais necessário.  Se essa pessoa-marca for um homem bem-sucedido, com seus 45 anos, espírito de liderança e interesses em economia e investimentos (uma persona possível para um banco, por exemplo), essa pessoa-marca, certamente, não faria piadas em uma rede social. No entanto, se a pessoa-marca for um jovem universitário, um rapaz de 20 anos, o boa praça da turma que adora viajar, essa pessoa-marca, certamente, faria o uso de memes sem parecer falso ou incoerente.

Voltamos ao nosso título. E aí? Vale tudo por um like? A resposta certa á não. O uso de memes é muito interessante, mas precisa de um planejamento para não correr o risco de um engajamento negativo. O meme bem aplicado fortalece o diálogo, ainda que seja o viral do momento e mais 30 marcas estejam usando.

Quer se aprofundar no assunto? Vale relembrar a nossa conversa sobre Real Time Marketing.

Quer ver a sua marca com um posicionamento coerente nas redes sociais e fazer valer cada like? Fale com a gente.

 



Nenhum comentário


Deixe um comentário

Saindo do forno…


Fale com nossa equipe


Adoramos a sua visita!

Será um prazer te receber para tomar um café e conversarmos sobre presença digital. Você também pode nos ligar no (31) 3411.1540 ou nos enviar um e-mail no part@part.com.br

mande uma mensagem

  • Facebook
  • instagram
  • Google Plus