part

O que fazer com seus leads? Entenda Automação de Marketing

3 maio 2016
Nenhum comentário
1.906 Viram

Como transformar a sua lista de e-mails em vendas? Como conversar com potenciais compradores? A automação de marketing tem boas respostas para você.

Antes de começarmos essa conversa, vamos entender o que são leads. Onde eles vivem? Como se reproduzem? Por que eles são tão importantes para o seu negócio?

globo-reporter-sergio-chapelin (1)

Nem precisa esperar o próximo Globo Repórter. A gente conta tudo pra você aqui, neste post. 😉 Afinal, para entender melhor a automação de marketing, precisamos entender o que são leads.

Bom, as marcas que fazem um bom trabalho na internet acumulam um grande número de interessados em seus produtos e serviços. Esse potencial consumidor capturado pelo ambiente digital (sites, landing pages e por aí vai) é chamado de lead.

Pera. Todo visitante do meu site é um lead?

Essa pode ser a sua pergunta e a resposta é não. É provável que o visitante do seu site seja um potencial comprador e esteja realmente interessado na sua marca. No entanto, ele será apenas um visitante se você não possui nenhuma informação sobre ele que facilite um futuro contato. Ou seja, leads são esses visitantes que, além de terem interesse no seu produto, você sabe quem são. Em outras palavras: você tem alguma informação sobre essa pessoa.

Assim como seus consumidores, um lead é diferente de outro. Às vezes, por trás de um lead está uma pessoa que sabe muito sobre sua marca e está no último nível no ciclo de compra. Em compensação, outro potencial consumidor sabe muito pouco sobre seu produto e quer saber mais.

Não faz sentido tratar todo mundo do mesmo jeito. Os leads podem ser potencializados se forem gerenciados com inteligência. É preciso uma estratégia para conseguir, de forma efetiva e em larga escala, com que os leads avancem no processo sem a necessidade de um vendedor direto. É preciso automatizar.

A automação de marketing chega para te ajudar a gerenciar esses leads e transformar esses contatos em vendas sem precisar de um trabalho manual (vendedor) apoiando cada passo do processo.  

Para transformar seus leads em negócio, é preciso entender e agir de forma personalizada e escalável com as pessoas que interagem com sua empresa nos diferentes canais digitais.

Ei, você já tem informações sobre seu potencial cliente, certo? Agora, vamos entender exatamente o interesse do lead, seu estágio de compra e dar a ele todas as informações que precisa para efetivar seu desejo.

Você sabia que 50% dos leads são qualificados, mas ainda não estão prontos para comprar? Quem afirma é Gleanster Research, um dos especialistas no assunto. Isso porque esses potenciais consumidores não sabem o suficiente sobre o produto ou, simplesmente, ainda não perceberam a necessidade de compra.

A automação pode ser encarada como um rastreamento digital, identificando o comportamento do seu potencial consumidor. Rastreando seus passos, é possível identificar o estágio de compra e seus interesses. Será que precisa de mais informações para comprar ou está prestes a adquirir um produto seu?  Com essas informações automatizadas, conseguimos planejar um conteúdo eficaz para guiar seu futuro cliente até o próximo estágio de compra.

Em suma, a automação de marketing funciona como um funil em movimento. A parte mais larga é composta por pessoas que sabem pouco sobre o seu negócio e precisam se nutrir de mais informações. Quanto mais conteúdo, maior interesse e, com isso, passam para um novo estágio de compra. Assim, o funil se afunila na mira da sua empresa.

Como é a automação na prática?

“Empresas que usam automação no gerenciamento de seus leads veem aumento de mais de 10% em seu faturamento em 6 a 9 meses.” (The Annuitas Group)

Existem empresas que se especializaram em marketing de automação. É o caso da americana HubSpot e a brasileira Resultados Digitais com o RD Station. A plataforma desenvolvida por elas permite que sua empresa encontre desde a gestão de contatos, até pesquisa e monitoramento de palavras-chave. Um dos pontos cruciais que tornam essas empresas parceiras dos seus negócios é o fluxo de automação de e-mails.

Por exemplo, você disponibilizou um e-book gratuito sobre marketing digital no site da sua empresa. Para fazer o download do material, os interessados precisam cadastrar seus e-mails, certo? Nesse momento, você conquista algo muito precioso: o contato. O que fazer com esse lead a partir de agora? A automação serve para isso.

A partir do download do seu e-book, a conversa com esse lead deve ser direcionada e totalmente diferente do que um e-mail marketing padrão. A automação permite com que você crie réguas de relacionamento para qualquer momento em que seu futuro consumidor entre no seu funil de conversão.

Quer descobrir os diferentes caminhos que sua empresa pode seguir no meio digital? Quer transformar sua grande lista de e-mails em resultados tangíveis para seu negócio? Descubra como automatizar seus leads pelo nosso trabalho. Fale com a gente.



Nenhum comentário


Deixe um comentário

Saindo do forno…


Fale com nossa equipe


Adoramos a sua visita!

Será um prazer te receber para tomar um café e conversarmos sobre presença digital. Você também pode nos ligar no (31) 3411.1540 ou nos enviar um e-mail no part@part.com.br

mande uma mensagem

  • Facebook
  • instagram
  • Google Plus