part

Entenda como as marcas que levantam bandeiras têm mais relevância

15 julho 2015
Nenhum comentário
1.994 Viram

Com as trocas contínuas de caracteres e informações pelas redes sociais, as marcas se aproximaram cada vez mais dos seus consumidores. Hoje, a relação vai além de troca de produtos e serviços e passa pelo diálogo. No entanto, para que a conversa renda uma boa relação de afinidade, as marcas precisam dos conteúdos certos para estabelecer conexões. E, quando falamos em conteúdo, não estamos falando apenas de informações sobre o modo de usar seu produto, por exemplo, falamos sobre ações de experiência, utilidades e, principalmente, valores.

 

A JWT Inteligence, unidade de pesquisa e inteligência de marca, lançou o “The Future 100”, uma coletânea de tendências da cultura para 2015. Um relatório que aponta 100 mudanças e inovações nos os universos da Cultura, Beleza, Alimentos e Bebidas, Inovação, Estilo de Vida, Luxo, Varejo, Sustentabilidade e Tecnologia. O estudo deve estar na cabeceira de todos aqueles que precisam se antecipar às transformações da sociedade.

 

Segundo o estudo, o público exige cada vez mais que as marcas se posicionem em relação às questões polêmicas. Ou seja, existe a necessidade de levantar bandeiras. Se uma marca defende uma causa, consequentemente, ela conquista a todos que compartilham da mesma luta.

 

Em junho, com a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo pelos EUA, algumas marcas coloriram seus avatares pelo aplicativo do Facebook para mostrar apoio à causa. As marcas que se posicionaram conquistaram a simpatia de muita gente. Marcas e corporações, como a companhia aérea American Airlines, a cervejaria Budweiser, a cafeteria Starbucks e a gigante Apple prestaram suas homenagens em suas contas.  No Brasil, os perfis do Palácio do Planalto, do Ministério da Cultura e do Conselho Nacional de Justiça também usaram a ferramenta que colore o avatar.

Ao se posicionar, a marca também assume uma função social. Mais que apoiar o casamento gay, por exemplo, as marcas apoiam um mundo contra o preconceito e a favor dos direitos iguais.

A Coca-Cola foi uma das pioneiras em levantar bandeiras e defender causas e, certamente, essa é uma das razões que fazem da marca uma das mais valiosas. Em julho, lançou uma continuidade da campanha sobre amizades verdadeiras (a campanha do soquinho) com um novo curta abordando outro drama adolescente. Intitulada SMS e exclusiva para América Latina, o vídeo de oito minutos fala sobre o que fazer quando descobre que seu melhor amigo é gay. No entanto, o filme não é sobre homossexualidade e, sim, sobre amizade verdadeira.

 

 

Com essa ação, a Coca-Cola reforça seu apoio e conquista ainda mais espaço na cadeira cativa da preferência das pessoas por fazer valer seu papel social.

Outra marca que levanta uma importante bandeira é a Always. Em 2014, lançou a campanha “Like a Girl” e provou para o mundo o que é agir “como uma garota”.

 

Este ano, laçou a continuidade da campanha e representou muito bem o que as mulheres acreditam e sobre o que elas lutam.

 

O feminismo está em pauta nas redes sociais e quando uma marca dedicada a produtos femininos levanta essa bandeira representa mais do que um serviço e, sim, uma aliada. A Always passa a destacar nas gôndolas de supermercado para quem tem os mesmos valores da marca.

E a sua marca? Será que ela está perdendo dinheiro sem se posicionar/ Quais as bandeiras estão relacionadas aos valores do seu negócio? É, a gente tem muito o que conversar. 😉



Nenhum comentário


Deixe um comentário

Saindo do forno…


Fale com nossa equipe


Adoramos a sua visita!

Será um prazer te receber para tomar um café e conversarmos sobre presença digital. Você também pode nos ligar no (31) 3411.1540 ou nos enviar um e-mail no part@part.com.br

mande uma mensagem

  • Facebook
  • instagram
  • Google Plus