part

5 métricas para mensurar o desempenho do marketing do seu ecommerce

25 junho 2014
Nenhum comentário
6.591 Viram

Entre as principais vantagens do marketing digital está a possibilidade de avaliação constante dos resultados obtidos, tornando possível que as ações sejam modificadas e otimizadas ao longo do processo de forma ágil.

Esses resultados são determinados por meio de métricas, ou seja, uma série de parâmetros utilizados para mensurar o desempenho, seja ele de uma campanha publicitária digital, de visitas a um website ou mesmo de conversões em vendas.

Cada tipo de negócio possui suas próprias métricas principais definidas por KPI’s (Key Performance Indicators ou Indicadores chave de desempenho). Eles têm a função de identificar necessidades de otimização, direcionar investimentos e analisar os resultados. Contudo, é comum verificar o fracasso de algumas lojas virtuais justamente por não realizarem este acompanhamento ou mesmo pela utilização de métricas erradas. Isto, por sua vez, além de não contribuir para que você ganhe conhecimento suficiente sobre a realidade do seu negócio tomando decisões mais assertivas, pode levá-lo a investimentos equivocados e, assim, ao aumento de custos.

Para evitar que isto ocorra com o seu ecommerce, selecionamos 5 métricas essenciais para mensurar a performance de sua loja virtual. Confira e coloque-as em prática o quanto antes!

Taxa de Churn: percentual de clientes perdidos

A taxa de churn representa o percentual de clientes que deixaram de adquirir seus produtos. São usuários que compravam frequentemente em sua loja virtual, mas deixaram de fazer parte de sua base de clientes ao longo do tempo. Ela é essencial para qualquer ecommerce, pois de nada adianta par ao crescimento de sua loja online angariar novos clientes se os antigos não forem fidelizados para realização de compras recorrentes. Afinal, dependendo do custo de aquisição de cliente que seu comércio eletrônico possui, é bastante provável que uma única venda não pague o investimento realizado.

Taxas de Conversão: em cliques, em acessos, em vendas

Existem vários tipos de taxa de conversão a depender do objetivo da ação desenvolvida. Ela pode ser de cliques, acessos, vendas, dentre outros.

 

Se o cliente chegou até o seu website, por exemplo, mas não adquiriu nada, é provável que alguma falha tenha ocorrido no processo, seja na promoção da loja virtual, nas ações escolhidas para investimento, no mix de produtos, reputação da loja, canais utilizados, público-alvo trabalhado ou até mesmo no processo de vendas, por exemplo. Está métrica serve para ajudá-lo a identificar falhas, necessidade de melhorias e adequações, além de direcionar melhor os investimentos realizados.

Lifetime Value: o valor de seu cliente durante o relacionamento com sua marca

Conquistar um novo cliente ou mesmo manter os atuais envolve investimentos. Contudo, neste último, é preciso levar em consideração que trabalhar fortemente no relacionamento com seus clientes é a melhor forma de aumentar o seu faturamento. Afinal, um cliente fiel, além de indicar o seu ecommerce a novos consumidores, compra em maior quantidade e frequência.

Neste contexto, o Lifetime Value – LTV, em português, o valor do tempo de vida do cliente, é o indicador de quanto o seu consumidor gastará em sua loja virtual durante o tempo em que ele mantém um relacionamento ativo com a sua marca.

A fórmula para calcular o LTV em um ecommerce é:

Ticket Médio de vendas x Quantidade de vendas x Tempo de retenção médio.

Uma boa prática é aplicar o cálculo a públicos vindos de diferentes canais, para definir de onde vem os consumidores com maior valor. Se o seu CAC para adquirir um cliente for maior do que o valor gerado por ele, seu ecommerce demonstra indícios de prejuízo.

ROI – a métrica que mais interessa a qualquer ecommerce

O ROI (Return On Investment ou retorno sobre investimento, em português) serve para medir, como o próprio nome indica, o retorno trazido pelos investimentos realizados, que pode ou não ser lucrativo.

Calcula-se o ROI dividindo o montante líquido recebido, pelos investimentos em marketing, considerando não apenas o budget destinado às ações, mas também a infraestrutura e mão de obra envolvidas. É possível, inclusive, calcular o ROI de diferentes ações encontrando, assim, os canais e campanhas mais indicados para investimento.

Taxa de rejeição

Taxa de rejeição, ou bounce rate, é a porcentagem de usuários que abandonam seu site logo na primeira página em que chegam. Quando esta taxa está alta,  pode significar diversos problemas em suas campanhas e ações como, por exemplo, falta de utabilidade do ecommerce, um site não responsivo, uma landing page (página em que o cliente é redirecionado nas ações)  inadequada, anúncios inapropriados ou mesmo uma má segmentação, o que atrai um público que não se interessa pelos seus produtos.

Estas são algumas das métricas úteis para mensurar o desempenho de seu negócio. No fim das contas, as características de seu ecommerce, bem como seus objetivos, é que definirão, de fato, quais os indicadores chave que precisam ser acompanhados.

O mais importante é estar constantemente atento à performance da empresa e aos ajustes necessários. Um erro sutil, facilmente ajustável, pode se refletir em um desastre se não for identificado em tempo hábil. Por isso, foque nas métricas e na otimização constante da estratégia de marketing de sua empresa!

E você, quais métricas utiliza para mensurar o desempenho do marketing do seu ecommerce? Já utiliza alguma delas, possui dificuldades ou conhece outras para compartilhar conosco? Aproveite os comentários abaixo.



Nenhum comentário


Deixe um comentário

Saindo do forno…


Fale com nossa equipe


Adoramos a sua visita!

Será um prazer te receber para tomar um café e conversarmos sobre presença digital. Você também pode nos ligar no (31) 3411.1540 ou nos enviar um e-mail no part@part.com.br

mande uma mensagem

  • Facebook
  • instagram
  • Google Plus